FALB - Notícia - União que transforma: Trabalho voluntário possibilita revitalização de praça de Chapecó
Roda de Leitura participa da Semana Nacional do Livro e da Biblioteca em Chapecó Roda de Leitura ministra curso de Contação de Histórias na E.E.B. Pedro Maciel Programa Eco Cooperação atua em instituições de Santa Catarina e Rio Grande do Sul Eco Cooperação participa de atividades em Canoas (RS) e São Jerônimo (RS) Programa Eco Cooperação leva educação ambiental para escolas da região metropolitana de Porto Alegre Voluntários executam atividades no Centro de Convivência dos Idosos em Chapecó FAG realiza Feira da Prevenção para empregados Eco Cooperação e Roda de Leitura realizam ação no mercado Hiper Badotti Vivendo Saúde leva espetáculo teatral para unidades no Rio Grande do Sul Grupo Vozes do Corpo apresenta coreografia no final da Copa Alfa

PROGRAMA AMIGO ENERGIA

Voltar

União que transforma: Trabalho voluntário possibilita revitalização de praça de Chapecó

Compartilhe:

Nem o frio espantou quem foi prestigiar a reinauguração da Praça Bernadete Roman no bairro Universitário, em Chapecó. O local, que antes estava com aspecto de abandono agora conta com um ambiente todo revitalizado e pronto para receber as pessoas, seja a passeio, para um piquenique ou ainda prática esportiva. Isso só foi possível por meio do trabalho dos voluntários do Programa Amigo Energia da Fundação Aury Luiz Bodanese (FALB).

Em uma ação cooperativa, a revitalização envolveu empregados da Cooperativa Central Aurora Alimentos das unidades de Chapecó e de Guatambu e contou ainda com o apoio dos vizinhos, comércios da região e da Prefeitura de Chapecó. Além disso, várias empresas adotaram os espaços de revitalização, como o Centro Educacional de Chapecó (CEC), Viverde Floricultura e Paisagismo, Jardim Supremo Floricultura, Fracel Corretora de Seguros, entre outras. Das melhorias feitas, se destacam a construção de novos muros, reparação, pintura, canteiro, plantio de flores e limpeza.

A fundadora do CEC, Angela Maria Ziliotto Sant'Ana, levou cerca de 150 alunos, de 5 a 12 anos, e professores do Centro Educacional conheceram e desfrutaram das atividades no evento de reinauguração. "Aceitamos com muito carinho o convite para cuidarmos de um dos canteiros da praça, pois muitas vezes nós trazemos nossos alunos aqui e acreditamos que é super importante que haja espaços como esse para incentivar a convivência e contato com a natureza desde cedo".

Para o gerente do Frigorífico Aurora FACH II, uma das unidades envolvidas na revitalização, Caciano Antônio Capello, a força e união são essenciais para fazer com que trabalhos como este aconteçam. "Escolhemos esta ação por saber da necessidade que a comunidade de revitalização para que houvesse um novo espaço, agradável e acolhedor para os moradores", explica. Foram 287 voluntários envolvidos e muitos moradores também participaram no processo, que iniciou em abril de 2018. "Nos surpreendemos positivamente no quão engajada a comunidade esteve. Conforme íamos transformando a praça, os vizinhos começaram a ver e participar desta mudança, ampliando ainda mais a proporção dos trabalhos", ressalta Capello.

Para Maria Luiza Roman Folle, filha de Bernadete Roman – que empresta seu nome à praça em forma de homenagem – se emocionou ao citar que as palavras que regeram a ação foram comprometimento, união e amor. "Isso só foi possível pelo envolvimento de todos e do amor pelo próximo e empatia, que foi a razão pela qual esta praça foi projetada e inaugurada em 1990 e também da união dos vizinhos, essencial para que tudo isso acontecesse", afirma.

Representando os moradores da comunidade, Lizandro Vacari conta que quando veio morar em frente à praça, fez muitos planos de como aproveitar aquele espaço com seu filho, mas devido ao abandono, isso não era possível. "Nos últimos meses vimos as coisas mudando, o espaço ganhando vida e trouxe novamente a confiança para que as famílias pudessem frequentar a praça de forma segura e que promove a interação entre todos nós", assinala.

"Este foi um momento bem especial para nós da Fundação, para a Aurora e também para toda a comunidade e envolvidos nesta transformação, que não ocorreu apenas de forma física, mas também na integração da vizinhança. Portanto, nós fizemos uma reforma física, mas a maior transformação é o espírito de cooperação que plantamos entre as pessoas", enfatiza a presidente da Fundação Aury Luiz Bodanese Isabel Cristina Machado.


TEXTO: MB COMUNICAÇÕES

Compartilhe:




Mantenedora
Aurora
Apoiadores
Aurora
©2018 FALB - Fundação Aury Bodanese - Todos os direitos reservados